quarta-feira, 18 de maio de 2011

Mitos Reais #11: Loira do Banheiro



 A seção Mitos Reais é uma seção séria, que visa o conhecimento do público em geral de modo a alerta-los quanto a existência de criaturas lendárias e mitológicas. A seção Mitos Reais não deve ser confundida com um livro de histórias, onde tudo o que está escrito não saiu de lugar nenhum, a não ser da imaginação do autor. A seção Mitos Reais é, como todos sabem, a referência máxima da ciência, e o terror daqueles que tentam esconder informações. A seção Mitos Reais não é nada disso que eu acabei de falar, mas bem que poderia ser, não é? É com este caráter um tanto quanto humorístico que iniciamos a seção Mitos Reais desta semana, onde conheceremos um pouco sobre a temível: loira do banheiro.


O mito


 Não seria exagero afirmar que a grande maioria dos brasileiros conhece as lendas sobre a loira do banheiro. A história mais comum conta que ela, um dia, foi uma aluna de uma escola qualquer, até que teve um caso com um professor qualquer, que acabou ferindo seus sentimentos, o que a fez se trancar no banheiro e chorar, até morrer. Algumas histórias diferem um pouco dessa, podendo afirmar que, na verdade, ela era apaixonada pelo professor, mas este não correspondia os sentimentos, ou era casado, e que ela, na verdade, não chorou até morrer, mas se matou no banheiro, mas um ponto em que todas as lendas concordam é que, hoje, o fantasma da loira ronda por aí, assombrando os banheiros femininos, principalmente os das escolas. O que ela faz nesses banheiros pode variar de simplesmente ficar chorando dentro de uma cabine até atacar e matar as mulheres que neles entram, mas tudo isso, é claro, são apenas lendas. Ou será que são?

A realidade

 Na vida real, a suposta "loira" do banheiro deve ser encarada mais como "a mulher do banheiro", ou "a chorona do banheiro". Isso porque ela nem sempre é loira, apesar de ser sempre mulher. Quando ela aparece em um banheiro público, ela se tranca em uma cabine e chora por longos momentos, mas não faz nada contra as outras usuárias do banheiro, a não ser que seja perturbada. A mulher do banheiro se irrita facilmente e pode atacar mulheres que batam à sua porta ou peçam que ela saia da cabine, ou até mesmo mulheres que, simplesmente, perguntarem se ela está bem ou por que ela está chorando. Quando isso acontece, geralmente não ocorrem mortes, já que a vítima do ataque provavelmente se assustará e tentará sair do banheiro o mais rápido possível, mas podem acontecer acidentes graves envolvendo a mulher do banheiro.

A ciência

 A mulher do banheiro não é nenhum fantasma ou aparição. Ela, na verdade, é apenas uma mulher comum, ou era até ser atacada por uma doença que transformou sua mente de uma forma que nem ela mesma conhece. As mulheres atingidas por essa doença, quando entram em um banheiro público, sentem compulsão por entrar em uma cabine e lá passar alguns minutos chorando. Elas não sabem por que choram, mas sabem que não querem ser perturbadas e, quando isso acontece, podem agir agressivamente, de acordo com a personalidade da própria mulher. Depois que a crise doentia passa, elas simplesmente saem do banheiro como se nada tivesse acontecido. De fato, para elas, nada aconteceu, visto que uma das características da doença é o esquecimento de qualquer ação anormal que tenha se passado no banheiro. A mulher, quando muito, percebe que demorou mais do que de costume no banheiro, embora não entenda como, já que fez tudo normalmente.

O esconderijo

 Como tratar uma doença que, além de não deixar rastros, não permite que a vítima saiba que está doente? É este princípio que mantém a mulher do banheiro longe dos fatos. Raras são as vezes em que ela chega a atacar outras mulheres e, mesmo quando isso acontece, as lendas encobrem os fatos, fazendo com que uma coisa não se relacione com a outra. Por isso, mulheres, cuidado. Se vocês perceberem que estão demorando demais no banheiro, ainda que não saibam como, vocês podem estar sendo atacadas por essa doença, sem nem ao menos saberem.

_______________________________________________________

Este post faz parte da seção "Mitos Reais", que é uma seção de ficção. Qualquer semelhança com a vida real pode ou não ser mera coincidência.

Um comentário:

  1. hummm.... Dean!!! É um espírito q encarnou!!!! Boby, oq faremos?

    ResponderExcluir

Regras para um blog melhor:

1) Não poste comentários ofensivos e nem que contenham palavrões ou qualquer tipo de conotação sexual;
2) Não será tolerado qualquer tipo de preconceito;
3) Não floode;
4) Não anuncie seu site aqui. Nós temos uma área de parceiros dedicada a você. Contate-nos pelo formulário de contato;
5) Seja educado e use o bom senso.