quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Música Nerd #3: Johan Sebastian Bach


 Quinta-feira é dia de Música Nerd. E hoje, nós iremos falar sobre um dos maiores compositores do período barroco, aquele que todos relacionam com o citado período e vice-versa. Atendendo a pedidos, o post de hoje é sobre ninguém menos que Johan Sebastian Bach.

Um pouco de história

 Nascido a 21 de março de 1685, Bach foi um dos maiores compositores de todos os tempos e é considerado o maior do período barroco. Sua família toda era de músicos e seu pai o ensinou o que pôde enquanto pôde, visto que faleceu quando o jovem Johan tinha apenas 10 anos, um ano depois da morte de sua mãe. Bach, então, foi morar com seu irmão dezesseis anos mais velho, Johan Christoph Bach, com quem continuou a aprender música. Durante sua carreira, foi organista, Kappelmeister (mestre de capela) e Kantor (diretor de música). Ao fim da vida, Bach foi perdendo gradativamente a visão até ficar totalmente cego.


Um pouco de música

 Este grande mestre da música erudita detém uma obra tão grande e todas tão belas que fica difícil citar algumas peças. As peças mais famosas talvez sejam os prelúdios e fugas do livro "O Cravo Bem-Temperado", que apresenta um prelúdio e fuga para cada tom maior e menor, num total de 48 peças. Outras obras bem conhecidas são algumas invenções a duas vozes, além das peças de "O Pequeno Livro de Anna Magdalena Bach", criado para sua segunda esposa. No entanto, talvez sua obra mais conhecida seja esta tocata e fuga em ré menor para órgão.



 Outras obras ficaram bastante famosas, especialmente na área da música sacra, tendo sido ele um crente luterano, especialmente as paixões segundo São Mateus e São João, compostas para a sexta-feira da paixão. No entanto, uma de suas obras viria a ganhar sua famosidade bem depois de sua morte, com uma letra que ele, evangélico conservador, jamais teria aceitado. Trata-se do prelúdio em dó maior do livro "O Cravo Bem-Temperado", mais conhecido como Ave-Maria, de Charles Gounod.



 Uma outra obra não tão conhecida, mas igualmente bela, talvez seja este concerto em mi maior para violino, cujo primeiro movimento é tocado abaixo.



Algumas curiosidades


  • Apesar de hoje ser considerado o maior compositor do período barroco e um dos maiores da história da música, Bach não alcançou este reconhecimento em vida. Até sua morte, era considerado apenas organista virtuoso e consultor para construção de órgãos. Suas obras só se tornaram relativamente famosas muito depois de sua morte.


  •  Bach teve sete filhos com sua primeira esposa, Maria Barbara, que era também sua prima, e treze com a segunda, Anna Magdalena, com quem casou-se um ano após a morte de Maria Barbara.


  • Sempre interessado em aprender cada vez mais, Bach não poupava esforços para avançar seus conhecimentos. Conta-se que certa vez, antes de completar 13 anos, ele pediu um livro emprestado ao seu irmão mais velho, Johann Christoph. Como este lhe negou, habilmente o menino encontrou uma solução para resolver o problema. Assim, todas as noites após irem se deitar, ele pegava o livro de música e varava madrugadas estudando. Como não podia acender velas para não chamar a atenção do irmão, por muito tempo estudou tendo como única claridade a luz da lua. Esse costume de transcrever obras na escuridão, aliás, perdurou por toda sua vida. Um esforço que certamente contribuiu para a sua completa cegueira.


  • Nascidos no mesmo ano e considerados os compositores alemães mais famosos da época, Bach e Handel viveram uma infeliz coincidência. Nunca se conheceram pessoalmente, mas ambos tiveram um destino parecido: quase cegos, foram operados pelo mesmo médico, o inglês ambulante John Taylor. No entanto, as cirurgias de ambos não foram bem-sucedidas e, pelas mãos de um charlatão, eles ficaram completamente cegos. No caso de Bach, a cirurgia não apenas se revelou inútil como contribuiu para agravar o seu estado geral e provocar um segundo ataque de apoplexia, privando-lhe os sentidos e movimentos. 


  • As peças de Johann Sebastian Bach estão catalogadas com os números BWV, sendo que BWV significa Bach Werke Verzeichnis (Lista das Obras de Bach). Compilado por Wolfgang Schmieder, o catálogo foi publicado em 1950. Uma variante desse sistema usa o S (de Schmieder) no lugar de BWV, para identificar o autor do sistema de numeração.
  • quarta-feira, 29 de setembro de 2010

    Cuidado ao viajar

     Se você costuma viajar, principalmente de avião, tome muito cuidado com o que você coloca na bagagem. Este vídeo que você verá agora serve para alertar de quão fácil é para alguém que já sabe fazer arrombar uma mala sem deixar nenhuma marca ou qualquer sinal de arrombamento, mesmo com cadeado.



     Portanto, quando for viajar, nada de deixar laptops, tablets ou quaisquer objetos de valor na mala que passa pelo raio x. Este tipo de trabalho sujo é feito pelo próprio pessoal da empresa de aviação ou da empresa terceirizada que cuida das bagagens, o que torna ainda mais difícil responsabilizar alguém.

    Vi no Posts à beira mar

    terça-feira, 28 de setembro de 2010

    Eu sou 1337

     Por esses dias eu tive o prazer de assistir um vídeo de um rap muito louco e, com certeza, muito nerd! Melhor que falar sobre ele, trago até vocês o vídeo em questão:



    Vi no Piadas Nerds

    segunda-feira, 27 de setembro de 2010

    Dead Space 2 em Multiplayer

     Dead Space 2 tem previsão para ser lançado só em 25 de janeiro de 2011, mas as novidades, é claro, começam a aparecer desde agora. O trailer do modo multiplayer do jogo diz "o terror está de volta mas, desta vez, você não está sozinho". Vale a pena conferir a nova atmosfera meio punk meio gótica criada no multiplayer de Dead Space 2.



    Foi só eu ou mais alguém sentiu um gostinho de Left 4 Dead?

    domingo, 26 de setembro de 2010

    A juventude de Clark Kent

     Todos nós conhecemos Clark Kent, também conhecido como Superman. O homem de aço que veio do planeta Kripton já teve inúmeras séries inspiradas em suas histórias, sendo Smallville a série que conta a história de sua juventude, desde que ele começa a se descobrir até se tornar o super herói que conhecemos. No entanto, existe um episódio na vida de Kal-El que não foi exibido em Smallville e nem em nenhuma outra série conhecida Episódio este que você confere no vídeo abaixo. Já é um pouco antigo, mas é muito divertido! Confiram:



     O quê? To indo pra aí! o/

    sábado, 25 de setembro de 2010

    sexta-feira, 24 de setembro de 2010

    Gatos enxergam diferente dos humanos

     É fato conhecido que os gatos possuem a visão um pouco diferente da visão humana. Esses pequenos animaizinhos, além de possuirem um campo de visão um pouco maior que a de um humano, são incapazes de distinguir certos pigmentos. Melhor do que ficar falando, o site GeekCats montou uma tira interativa para que todos pudéssemos ver a imagem abaixo como se fôssemos gatinhos.

     
    Se você não consegue ver a tira interativa clique aqui para ver como imagem!
    http://geekcats.com

    Quase morri de rir! xD

    quinta-feira, 23 de setembro de 2010

    Música Nerd #2: Wolfgang Amadeus Mozart


     Semana passada começamos uma nova seção semanal aqui no blog, entitulada Música Nerd. Antes de começar a série, eu tinha alguns planos para o segundo post da série, mas o primeiro post, sobre Beethoven, fez tanto sucesso que resolvi continuar por mais algum tempo no ramo erudito. Portanto, o post de hoje não fala sobre ninguém menos que Wolfgang Amadeus Mozart: o prodígio, o músico, o nerd.  

    Um pouco de história

     Nascido em Salzburgo, Áustria, em 27 de janeiro de 1756, tendo sido batizado no dia seguinte, e falecido em 5 de dezembro de 1791, em Viena, Mozart demonstrou uma habilidade musical prodigiosa desde a infância, tendo sido um pianista e violinista notável e tendo começado a compor aos cinco anos de idade e tendo sido contratado como músico da corte de Salzburgo já em adolescência. Até hoje sua morte prematura continua um mistério.


    Um pouco de música

    Mozart foi autor de mais de seiscentas obras, muitas delas referenciais na música sinfônica, concertante, operística, coral, pianística e de câmara. Sua produção foi louvada por todos os críticos de sua época, embora muitos a considerassem excessivamente complexa e difícil. De todas as suas sinfonias, a mais conhecida talvez seja a de número 40.



     Uma outra obra bastante conhecida é a famosa Marcha Turca, terceiro movimento da Sonata para Piano nº11.



     Por fim, uma peça que tem conquistado sua fama nos dias atuais é a Sonata para dois pianos em Ré Maior. Esta obra é uma que gera o famoso "Efeito Mozart". É dito que ouvir esta música por aproximadamente dez minutos resulta em um aumento momentâneo no QI (também conhecido como Int. Boost).

     
    Algumas curiosidades




  • Wolfgang Amadeus Mozart não recebeu este nome ao ser batizado no dia seguinte a seu nascimento. Seu nome de batismo era Joannes Chrysostomus Wolfgangus Theophilus Mozart. Acontece que Joannes Chrysostomus é o santo do dia em que nasceu (São João Crisóstomo) e, portanto, foi incluido no nome por causa da tradição católica. Wolfgangus foi germanizado para Wolfgang, que acabou sendo mais popular que o nome original, bem como Theophilus, "aquele que ama a Deus", que foi latinizado como Amadeus e, às vezes, germanizado para Gottlieb.




  •  No momento de sua morte, Mozart era casado com uma mulher chamada Constanze e possuía dois filhos.




  •  As obras de Mozart são identificadas pela letra K., seguida de um número que designa a ordem cronológica das composições. O K. vem do nome de Ludwig von Kochel, que organizou um catálogo das obras de Mozart, publicado em 1862, sob o título de Chronologist-thematisches Verzeichnis samticher Tonwerke W. A. Mozart (Registro cronológico-temático de todas as obras musicais de W. A. Mozart). Em alemão, a sigla é KV. Uma revisão definitiva deste catálogo foi elaborada por Alfred Einstein, em 1937.




  •  Durante a turnê pela Europa, o barão alemão Friedrich Melchior Grimm, residente em Paris e publisher do Correspondance littéraire, manuscrito que circulava para a elite européia por meio de assinaturas, escreveu: "Mozart, que completará sete anos em fevereiro próximo, é um extraordinário fenômeno. É difícil de acreditar o que vemos com nossos olhos e escutamos com nossos ouvidos". Também impressionados com a performance de Mozart, o Rei George III e a Rainha Charlotte convidaram duas vezes o pequeno gênio para tocar no Palácio Buckingham, em Londres. 
  • quarta-feira, 22 de setembro de 2010

    Como reparar um CD usando um microondas

     Não é chato quando a gente tem um CD ou DVD legal e ele simplesmente arranha e não toca mais? Mas não se preocupe, porque esse cara vai te mostrar exatamente como você pode salvar seu disco usando um microondas! Confira o vídeo:



    Traduzido por mim. Fonte do vídeo: gagfilms.com

    terça-feira, 21 de setembro de 2010

    The Sims Medieval

     Você gosta de The Sims? Os simpáticos habitantes de Sim City vem fazendo cada vez mais fãs ao longo dos tempos. E olha que quando Will Wright começou o projeto do jogo era pra ser um jogo sobre arquitetura! Pois bem. A novidade, agora é outra. Você já imaginou como eram os Sims da Idade Média? Pois a EA imaginou e já está produzindo o novo spin-off da série: The Sims Medieval. Acompanhe o trailer abaixo.


    See more Game Videos at EA.



     The Sims Medieval tem previsão de lançamento para a primavera americana, o nosso outono. Agora é esperar por mais novidades até lá.



    segunda-feira, 20 de setembro de 2010

    Por que eu prefiro gatos

     Caros nerds, se vocês ainda não sabem por que eu prefiro gatos a cachorros, leiam esta tirinha genial que encontrei no Will Tirando e vocês terão uma pequena ideia...


     Gatos não ficam tentando exigir que você dê atenção a eles...


     Calma, cãozinho! Não é que eu não goste de cães. Muito pelo contrário! É só uma questão de preferência...


    domingo, 19 de setembro de 2010

    Sonic no Pac-man

     E se, ao invés do Pac-man, o protagonista do jogo fosse Sonic, o ouriço?



    O jogo ia ficar bem mais fácil, com certeza.

    sábado, 18 de setembro de 2010

    Supernatural: the Animation

     Muita gente conhece e adora a série Supernatural, que conta a história dos irmãos Sam e Dean Winchester em sua incansável luta contra os monstros e criaturas das trevas. A série, que já rendeu cinco temporadas e prepara-se para iniciar a sexta, é uma das melhores séries de ação, aventura, romance e, é claro, muito terror. Na verdade, a série fez tanto sucesso, não só nos Estados Unidos ou no Brasil mas também no Japão, que está sendo produzido um anime baseado na série. Supernatural: the Animation tem previsão para estrear na terra do sol nascente em janeiro de 2011 e você confere o primeiro trailer logo abaixo.



     Veja, também, as concept arts de Sam e Dean.



    sexta-feira, 17 de setembro de 2010

    Moda longa e próspera

     Quem não conhece a tradicional saudação da série Jornada nas Estrelas?


     "Vida longa e próspera" dizia o sábio Spock. Agora que tal unir um pouco de moda a essa tradição tão nerd? Foi o que pensaram os idealizadores desse casaco. Veja abaixo ou clique em "Leia mais" se não conseguir visualizar.

    quinta-feira, 16 de setembro de 2010

    Música Nerd #1: Ludwig van Beethoven

     
     Hoje começarei uma nova série de posts aqui no Nerdices a Parte, em parceria com o Nerdicepontocom, que resolvi chamar de Música Nerd. Com esta série, pretendo falar um pouco sobre música (ou melhor, músicos) de um jeito um tanto quando nerd, sempre expressando características interessantes, pontos de vista alternados e algumas outras coisas que surgirem na cabeça. Hoje é o primeiro post, mas fiquem ligados que eu pretendo estar sempre fazendo novos posts para esta série. E para começar, vamos falar um pouco sobre Ludwig van Beethoven, o músico, o gênio, o nerd.

    Um pouco de história

     Nascido em 16 de dezembro de 1770, tendo falecido em 26 de março de 1827, Beethoven iniciou sua carreira musical muito jovem, tendo sido obrigado por seu pai a estudar música todos os dias enquanto criança e demonstrado um talento musical excepcional. Aos 11 anos de idade começou a compor suas primeiras peças, atividade que não parou até o momento de sua morte, mas só começou a publica-las quando já tinha 21 anos. Por volta dos 26 anos de idade, Beethoven começou a desenvolver uma congestão auditiva interna, que o foi deixando surdo aos poucos e, muito embora não tenha jamais perdido totalmente a audição, em seus últimos anos seu estado auditivo encontrava-se tão precário que já não podia mais ouvir nem mesmo a plateia que aplaudia vigorosamente a estreia de sua nona sinfonia.


    Um pouco de música

     Dentre as diversas obras que compôs, talvez as mais famosas sejam as suas sinfonias número 5 e 9. No entanto, o compositor escreveu muito mais do que isso: 32 sonatas para piano, 16 quartetos de cordas, 10 sonatas para violino e piano, 5 sonatas para violoncelo e piano, 12 trios para piano, violoncelo e violino, entre tantas outras obras.



     Entre suas sonatas para piano, talvez a mais conhecida seja a Sonata ao Luar, que não foi batizada com esse nome, mas simplesmente como Opus 27 nº2. Foi o crítico Rellstab que comparou a música a um luar no lago Lucerna. A comparação "pegou" e chegou até nós.



     Uma sonata também muito interessante, mas não tão conhecida, é a Sonata Primavera, para piano e violino. Geralmente, numa sonata para piano e violino, existem partes onde o violino sola e partes onde o piano sola, mas não é muito comum encontrar diálogos tão belos como estes propostos por Beethoven.



    Algumas curiosidades

  •  Em 1825, já quase completamente surdo, Beethoven foi assistir a um ensaio fechado de um grupo que iria executar o seu Quarteto em mi bemol maior op. 127. Um dos violinistas, Joseph Böhm, registrou o episódio: "O infeliz estava tão surdo que não podia ouvir o som celestial das suas próprias composições". Para espanto de todos, porém, Beethoven chamou a atenção do grupo para os menores erros de execução. "Seus olhos seguiam os arcos, e assim ele era capaz de notar as menores flutuações no tempo ou no ritmo, e corrigi-las na hora", anotou Böhn.

  •  Conta-se que um dia Beethoven foi visitar o irmão mais novo, Johann, que a essa altura era um rico e bem-sucedido farmacêutico. Na entrada da mansão, um criado ofereceu-lhe, numa salva de prata, um cartão de visitas onde estava escrito: "Johann van Beethoven, proprietário de terras". O compositor pegou o cartão e, instantes depois, devolveu-o ao criado, após escrever no verso do papel a seguinte anotação: "Ludwig van Beethoven, proprietário de um cérebro". 

  •  Após a morte de Beethoven, foi encontrada em seus papéis particulares uma carta de amor, escrita a lápis, sem qualquer indicação sobre sua destinatária. "Meu anjo, meu tudo, meu eu…", dizia a carta, redigida em tom de lamento. "Esqueceu de que você não é inteiramente minha e de que eu não sou inteiramente seu? Oh, Deus!", gemia Beethoven. Até hoje os biógrafos discutem a identidade da musa secreta. A história rendeu um filme, Minha amada imortal (Immortal Beloved), de 1994, dirigido por Bernard Rose, com Gary Oldman na pele de Beethoven.
  • Cientistas criam sistema que traduz sinais do cérebro em palavras

     Sistema conta com uma grade de eletrodos que é capaz de codificar palavras através de pensamentos e pode ser usado em pacientes com paralisia cerebral. 

    Por Ana Cristina Martins Nemes em 13/9/2010
    Fonte: Baixaki

     Pode parecer ficção científica, mas não é! Pesquisadores da Universidade de Utah, nos EUA, foram capazes de, pela primeira vez, “ler” palavras através do pensamento de um paciente usando pequenos eletrodos. O grupo está confiante de que será possível usar a tecnologia para facilitar a comunicação com pessoas que sofreram paralisia cerebral.

     Os cientistas introduziram uma grade com 16 pequenos eletrodos diretamente no centro neural que é responsável pela fala, no cérebro do paciente. Para esta experiência foram usadas palavras cotidianas do universo de pessoas que sofreram lesões como a paralisia cerebral, tais como sim, não, quente, frio, fome, sede, olá, adeus, mais e menos. Foi pedido que o paciente lesse as palavras enquanto os eletrodos captavam os sinais enviados pelo cérebro.

    Fonte: Departamento de Neurocirurgia da Universidade de Utah

     Quando ele repetiu as palavras para um computador, os resultados estavam corretos em 76% a 90% do tempo, percentual considerado muito animador pelos realizadores do experimento. Eles esperam poder aumentar este número repetindo a experiência com uma grade de 121 pequenos eletrodos.

    Fonte: Spencer Kellis, Universidade de Utah

     A leitura das palavras através dos eletrodos é possível pois os cientistas acreditam que os mesmos sinais enviados pelo cérebro quando uma palavra é dita em voz alta são enviados quando a mesma palavra é apenas pensada. Se eles forem capazes de ler e codificar esses sinais, é possível aprimorar cada vez mais a descoberta.

     O pesquisador e bioengenheiro Bradley Greger, da Universidade de Utah, ficou satisfeito com o resultado e espera que em dois ou três anos o método possa começar a ser usado em pacientes com paralisia cerebral. Ele também acredita que a sua equipe tem condições de construir em pouco tempo um artefato para traduzir em som as palavras que foram lidas através dos eletrodos.

    quarta-feira, 15 de setembro de 2010

    Você conhece a lei de Gérson?

     No decorrer de nossas vidas aprendemos muitas leis. A primeira lei que a maioria de nós aprende é a lei da gravidade: tudo o que não estiver em contato com o chão ou com algo apoiado no chão tende a descer até encontrar o chão. Mais tarde, acabamos aprendendo outras leis não tão importantes, como as leis de Murphy, sendo uma das mais conhecidas a que diz: sempre que você estiver atrasado para alguma coisa importante, o mundo inteiro irá conspirar para que você fique ainda mais atrasado. Seguindo esse parâmetro de leis "desimportantes", temos a lei de Gérson. Você sabe o que é a lei de Gérson?


     A Lei de Gérson é uma lei não-escrita que diz que a pessoa que "gosta de levar vantagem em tudo" segue, no sentido negativo de se aproveitar de todas as situações em benefício próprio, sem se importar com questões éticas ou morais. A origem da expressão data de 1976, quando uma propaganda para a marca de cigarros Vila Rica, na qual o meia armador Gérson, da Seleção Brasileira de Futebol, dizia que esta marca de cigarro era vantajosa por ter cigarros mais compridos que as outras. Ao final ele ainda acrescentava: "Gosto de levar vantagem em tudo, certo? Leve vantagem você também." Mais tarde, o jogador anunciou o arrependimento de ter associado sua imagem ao anúncio, visto que qualquer comportamento pouco ético foi sendo aliado ao seu nome nas expressões Síndrome de Gérson ou Lei de Gérson, mas aí já era tarde demais. O diretor do comercial, José Monserrat Filho declarou: "Houve um erro de interpretação. O pessoal começou a entender como 'ser malandro'. No segundo anúncio dizíamos: 'levar vantagem não é passar ninguém para trás. É chegar na frente', mas essa frase não ficou. A sabedoria popular usa o que lhe interessa. Nos anos 80 começaram a surgir sujeiras, escândalos e as pessoas começaram a usar a Lei de Gérson".

    terça-feira, 14 de setembro de 2010

    Tipos de computador

     A tecnologia. Um termo usado cada vez mais. O avanço da tecnologia. Uma expressão cada vez mais presente nos dias de hoje. Computador. Uma ferramenta sem a qual não teríamos a sociedade como ela é hoje. Somado a isso tudo, temos o avanço da tecnologia da informática, produzindo cada vez mais tipos de computadores. Na verdade, já são tantos os tipos de computadores que torna-se difícil para algumas pessoas saber o que é o que. Pensando nisso, decidi que já estava mais do que na hora de fazer um post dedicado a isso. Portanto, com vocês, os tipos de computador!

    O Desktop

     Comecemos com o tipo mais básico de computador, aquele que todos associam mais com a palavra computador: o desktop. O computador tradicional, chamado computador pessoal (PC, ou Personal Computer) é aquele composto de gabinete, teclado, mouse, monitor e demais periféricos. Recebe o nome "desktop" por ficar normalmente sobre uma mesa (desk = mesa, em inglês). Normalmente, quando se fala que alguém tem um computador, está se dizendo que aquele pessoa possui um desktop, embora todos os demais itens de nossa lista possam ser chamados de computadores. Na verdade, os primeiros "desktops" eram os gabinetes deitados, na horizontal (aqueles que, normalmente, ficavam com o monitor sobre eles), e o gabinete em pé, na vertical, era chamado torre. Com a despopularização dos gabinetes horizontais, "desktop" passou a ser um termo usado unicamente para denominar um computador de mesa.

    O Laptop

    O segunto tipo mais conhecido e popular de computador é o laptop, também chamado notebook ou mesmo computador portátil. Como veremos a seguir, o laptop já não é mais o único tipo de computador portátil existente e, portanto, este termo está caindo cada vez mais em desuso (ao menos para designar um laptop). O nome laptop deve-se ao fato de que, quando não estão sendo usados sobre uma mesa, estes computadores são normalmente deixados sobre o colo do usuário (lap = colo, em inglês). Já o nome notebook deve-se ao fato de o computador se assemelhar com um caderno, tanto enquanto fechado, quanto no momento de sua abertura (notebook = caderno, em inglês).

    O Netbook

     Quem olha de longe pode não perceber a diferença entre o item anterior e um netbook. Quando os netbooks ainda não existiam, os fabricantes notaram que uma boa quantidade de usuários compravam notebooks para fazerem tarefas corriqueiras, como acessar a internet, usar programas leves e fazer tarefas básicas, que não precisavam de todo o poder de processamento dos laptops. Nasceu, assim, o netbook, que nada mais é do que um laptop compacto com especificações técnicas reduzidas se comparado ao irmão maior. No entanto, a menos que você precise fazer tarefas pesadas, como editar vídeos ou jogar games da geração atual, essa redução nas especificações técnicas não vai te atrapalhar em nada. Os netbooks recebem este nome justamente por serem notebooks com foco nos usuários que usam o computador apenas para a internet. Note, no entanto, que, além do laptop e do netbook, existe, ainda, o laptop compacto, que possui o tamanho de um netbook, mas as capacidades técnicas de um laptop.

    O Tablet

     Recentemente, com o lançamento do iPad, da Apple, houve um verdadeiro boom dos tablets. Mas o que são tablets? Tablets são computadores portáteis do tamanho aproximado da tela de um laptop, mas que, ao invés do teclado e do touchpad (o "mouse" dos laptops), contam com uma tela sensível ao toque (touchscreen). Basicamente é isso, não há muito o que falar sobre os tablets. Uma coisa que muita gente não sabe é que o tablet não nasceu com o iPad - ao contrário, eles já existiam muito antes da Apple ou HP entrarem na briga.

    O PDA

     O PDA, sigla que significa Personal Digital Assistant (Assistente Pessoal Digital, em inglês), ou computador de bolso, foi, por muito tempo, o aparelho mais popular para quem precisava unir as principais funcionalidades de um computador com a portabilidade de um telefone celular. Funcionavam bem mais como uma agenda eletrônica do que como um computador, mas foram, durante muito tempo, o mais próximo que a tecnologia podia proporcionar para estes afortunados usuários. Hoje em dia, com o advento dos smartphones, o PDA caiu em desuso, já que os celulares já podem fazer tudo aquilo que o aparelho fazia e muito mais. Geralmente, os PDAs contavam com uma tela sensível ao toque semelhante à dos tablets e também não possuía teclado e nem mouse. No entanto, diferente do tablet, o PDA possuía alguns botões físicos auxiliares, a fim de facilitar a navegação por uma tela tão reduzida.

    Concluindo

     Ainda existem diversos outros tipos de computadores e, com a tecnologia avançando cada vez mais rápido, ainda existirão muito mais tipos de computadores no futuro. A intenção aqui foi listar os tipos mais conhecidos e populares, a fim de tentar reduzir a confusão daqueles não tão acostumados com o assunto como nós, nerds. Espero, mais uma vez, que este post tenha servido para informar ou, ao menos, entreter. Não deixe de comentar!

    segunda-feira, 13 de setembro de 2010

    Concurso Cultural "Thundercats 2nd Floor"

     Fala, povo nerd! Recebi um e-mail muito bacana do nerd André Pereira, com uma sugestão para um post aqui no blog. Tratava-se de um concurso cultural com a temática dos Thundercats. Achei bem legal e resolvi aceitar a sugestão. Por isso, trago até vocês o e-mail na íntegra. Confiram!

    Concurso Cultural “Thundercats 2nd Floor”

     Uma boa notícia para quem vive ligado no mundo da moda, universo geek, e aos fãs de Thundercats. Estão rolando dois concursos culturais e, para participar deles, basta fazer parte da página do Thundercats no Facebook e responder às seguintes perguntas:

    Concurso 1: “Qual seria a sua primeira atitude se você se transformasse no Mumm-Ra?”

     A resposta mais criativa ganha um par de convites para o evento de lançamento da coleção Thundercats 2nd Floor com pocket show exclusivo da atriz Mayana Moura, que acontecerá no dia 16/09 em São Paulo, na loja da Ellus 2nd Floor da Oscar Freire e também uma camiseta exclusiva da coleção Thundercats Ellus 2nd Floor.

    Concurso 2: "O que você faria para eternizar Thundercats em sua vida?"

     A resposta mais criativa ganha, além do par de convites para o evento, uma tatoo definitiva com o Olho de Thundera, a ser feita ao vivo no evento de lançamento da marca pelo tatuador da Led's Tatoo e uma camiseta exclusiva da coleção Thundercats 2nd Floor.

     Os participantes terão até o dia 14/09 para publicar suas respostas na aba (Discussões) da Fanpage da Warner Bros. Consumer Products Brasil (http://www.facebook.com/wbcpbrasil).

     Para mais informações, consulte o regulamento do concurso cultural na Fanpage da Warner Bros. Consumer Products Brasil (http://www.facebook.com/topic.php?uid=127015827334639&topic=151#!/wbcpbrasil?v=app_7146470109).

    8 gestos que você não sabe de onde vem

      A comunicação é algo essencial para o ser humano e para qualquer animal no mundo. O meio de comunicação mais usado e adotado é, obviamente, a fala. Mas a maioria dos animais utilizam um outro artifício além da voz para se comunicar e transmitir mensagem: os gestos. Cães abanam o rabo quando estão felizes. Gatos eriçam os pelos quando estão irritados. Baicus inflam quando se sentem ameaçados. E os humanos... Bem, são tantos os gestos que os seres humanos utilizam que fica até difícil citar alguns. Mas existem alguns gestos cuja origem é desconhecida ou duvidosa. Confira, abaixo, alguns gestos que ninguém sabe com certeza de onde vem.

    Aperto de mãos

      Utilizado como cumprimento e como forma de selar contratos verbais há mais de dois milênios. O gesto demonstra que a mão não tem nenhuma arma e é símbolo de boa vontade e confiança. O costume era que a mão direita fosse usada para selar um acordo, e a esquerda para acabar com ele. Uma das teorias quanto à origem se refere à Idade Média, quando os cavaleiros ofereciam a mão direita em uma clara mensagem de que não pretendiam lutar, já que esta era a mão utilizada para empunhar a espada. Em muitas comunidades árabes acenar com a mão esquerda é uma grave ofensa, pois é considerada impura. Ainda bem que machuquei a mão direita no Brasil!

    Dois dedos em V

     Este símbolo tão utilizado já teve vários significados com o passar dos anos. O estadista britânico Winston Churchill, por exemplo, costumava usar o "V" em sinal de vitória em questões políticas. Na década de 60, o símbolo foi ligado ao seu significado mais conhecido, de "paz e amor". Acredita-se que a primeira vez que o gesto foi feito foi na batalha de Agincourt, em 1415. Arqueiros franceses ameaçaram arrancar dois dedos dos arqueiros britânicos (na época, os arqueiros eram a força principal de ataque), os dedos que seguram a corda do arco, durante a batalha. Depois da batalha, os britânicos exibiram seus dois dedos, mostrando que eles ainda estavam intactos.

    "Abençoar" espirros

     Embora não seja bem um gesto, o costume de dizer "saúde" ou "Deus te abençoe" para alguém que espirra é muito antigo. Uma das histórias mais aceitas sobre isso é que, antigamente, na Europa, durante as crises da peste bubônica, acreditava-se que a alma da pessoa ficava desprotegida durante o espirro e, por isso, as pessoas abençoavam quem espirrava, para protegê-los. Em algumas culturas, como a alemã, a expressão usada depois de um espirro, "Geshundheit!", é um desejo de boa sorte e uma longa vida. No Japão, se alguém espirra de repente significa que tem alguém falando da pessoa.

    Sinal de positivo
     
    Acredita-se que este gesto teve origem na época dos combates entre gladiadores na Roma Antiga, quando a plateia escolhia com o sinal de positivo se o combatente poderia viver. Mas isto não é verdade. Não se sabe ao certo se essa é a história original, além de existirem outras teorias. Na Inglaterra era comum o uso dos polegares para se fazer negócios: as duas pessoas envolvidas molhavam o dedo, levantavam a mão e apertavam um polegar contra o outro. É possível que esta seja também a origem deste gesto, usado como uma ideia de aprovação.

    Continência

     Soldados romanos podem ter iniciado o costume da saudação militar ao proteger os olhos de seus superiores, e cavaleiros medievais podem ter usado o gesto como uma forma de levantar o visor de seus elmos, como forma de mostrar que não iriam lutar. Esta segunda teoria é apoiada pelo fato que o elmo com a armadura é chamado, no inglês, de "sallet", palavra próxima a "salute", saudação, em inglês.
    Cruzar os dedos

     Antigamente, o gesto de cruzar os dedos com a intenção de se obter boa sorte exigia duas pessoas: uma para fazer o pedido, e outra para apoiar o pedido. Os dois dedos cruzados simbolizavam unidade e força, e era utilizado também para espantar bruxas. Além desse significado, cruzar os dedos também é usado para anular uma promessa ou algo que você diz. Neste caso, os dedos cruzados deixam um espaço que a pessoa pretende usar como forma de explorar a falsa promessa.

    Pedra, papel e tesoura

     É a versão brasileira para o termo japonês Jo-Ken-Po. Esse jogo, que é uma clássica maneira de resolver impasses, tem algumas variações. Na Indonésia, é lacraia, elefante e humano. O inseto enlouquece o elefante, o humano mata o inseto, e o elefante esmaga o humano. Uma outra versão do jogo tem 101 gestos diferentes e 5050 resultados com algum ganhador. Prefiro jogar pedra, papel, tesoura, lagarto e Spock.

    OK

     Para finalizar nossa lista, nada melhor que este gesto tão feio para nós, brasileiros, e tão normal no resto do mundo. A origem da expressão ainda é um mistério, mas existem várias teorias. Uma delas diz que, no século XIX, a comunicação escrita sofria com muitos erros, e um deles seria o "Oll Korrect", querendo dizer "all correct", tudo certo, em inglês. Outra teoria afirma que, durante a Guerra Civil dos Estados Unidos, os relatos de batalhas diziam "0 kills" (0 mortes) quando nenhum soldado havia perdido a vida. Abreviado, isso teria se tornado 0K (Zero K) e, depois, OK. Por aqui, o sinal de OK já causou dores de cabeça, inclusive espancamentos, a estadunidenses desavisados, que não entendem que o sinal é tão feio aqui quando mostrar o dedo do meio. A regra mundial é, na dúvida, use seu polegar para dizer que está tudo bem e não irritar ninguém.

    sábado, 11 de setembro de 2010

    Rock Band 3: Bateria em Pro Mode

     Já não é mais novidade para ninguém: a terceira versão de Rock Band veio para inovar no mundo dos games. Ao invés de mais um jogo de apertar botões coloridos na hora certa, Rock Band 3 traz como foco o Pro Mode, modo que praticamente ensina o gamer a tocar um instrumento de verdade. Teclados de verdade com duas oitavas completas, guitarras de verdade com suas imponentes seis cordas, baterias eletrônicas que contam com quatro tambores, três pratos e o pedal do bumbo... Se isso ainda é novidade para você, não se desespere: clique aqui e veja tudo o que o Nerdices a Parte já publicou sobre este novo game da franquia da Harmonix.


     A IGN aproveitou para fazer uma rápida análise de como está o Pro Mode da batera, assim como também o clássico “trainer”, onde você tem uma série de funções interessantes para adquirir técnica com o novo instrumento, como alterar a velocidade, colocar metrônomo, entre outras. Acompanhe o vídeo:



     Só para lembrar: Rock Band 3 será lançado dia 26 de outubro para Wii, Nintendo DS, Xbox 360 e PS3. Como já é comum na série, o game não terá versões para PC. Mas, quem sabe, mediante protestos, a gente não consiga essa façanha? xD

    sexta-feira, 10 de setembro de 2010

    Projeto Jogo Justo

     Você sabe o que é o Projeto Jogo Justo? Você sabia que os impostos cobrados sobre jogos e videogames no Brasil são considerados absurdos? Você sabia que nos EUA os impostos cobrados sobre os mesmos produtos são quase oito vezes menores? Você sabia que o México passava por uma situação parecida com a do Brasil até que alguém tomou uma iniciativa e os impostos foram reduzidos, aumentando em oito vezes o mercado de jogos?

    Jogo Justo

     O Projeto Jogo Justo, idealizado por Moacyr Alves Júnior, busca diminuir a carga tributária nos jogos importados vendidos aqui no Brasil. A intenção é mostrar por meio de um relatório baseado em informações comerciais de desenvolvedores e lojistas que o mercado de games nacional tem um enorme potencial. Como comparação, será utilizado o que ocorreu no México, quando o mercado de jogos cresceu 8 vezes após a diminuição da carga tributária. O Projeto Jogo Justo visa diminuir o preço dos games, dos aparelhos de videogame e de seus periféricos, fazendo assim com que o consumidor final tenha cada vez mais contato com os games, forma de cultura cada vez mais disseminada do mundo. Como consequência disto, o mercado nacional irá se desenvolver, além da possibilidade de mais produtoras se instalarem no Brasil, gerando, de uma forma gradativa, mais empregos no setor.

     O Projeto Jogo Justo foi criado dentro de uma comunidade e independe de ordem política, empresarial e da geração de lucros. Começou a ganhar forma no segundo semestre de 2010 e no mês de novembro encontrará seu primeiro desafio, quando mostrará todo o seu potencial para a Receita Federal. Durante uma conversa em Brasília, serão apresentados os benefícios de se diminuir a carga tributária dos jogos vendidos no Brasil, onde os games passariam de R$ 250,00 para R$ 99,00. Caso seja aprovado pela Receita Federal, o plano poderá entrar em vigor já no início de 2011.

     Gostou? Então saiba mais no site oficial do projeto ou siga o @jogojusto no Twitter!

    quinta-feira, 9 de setembro de 2010

    Nunca mais comerei salsichas...

     9 de setembro é o dia do cachorro-quente. Por isso, prometo nunca mais comer salsichas...


     Vou repetir: hoje, nove de setembro, é o dia do cachorro-quente. Por isso, prometo nunca mais comer salsichas!


     Ainda não entenderam, certo? Então eu explico. É que, por ser o dia do cachorro-quente, alguns sites e blogs resolveram fazer artigos especiais homenageando o dia. Por isso, acabei descobrindo coisas que eu nunca poderia imaginar sobre as salsichas. Cuidado, pois o texto abaixo pode fazer você mudar suas ideias e tudo o que você pensa sobre as salsichas. Não digam que não avisei!

    De que é composta uma salsicha?

     Que a salsicha é feita de restos de carne de ave e de porco você já sabia, certo? Então se prepare, porque ainda tem muito mais. Para que a mistura ganhe maciez, são acrescentadas outras sobras do porco, como a pele, os rins, o fígado e o coração. Fora isso, o corante de urucum, componente que os índios utilizavam para se maquiar, ajuda a dar uma corzinha, assim como o carmim de cochonilha, outro corante. Mas a diferença é que este último vem das fêmeas do besouro Dactylopius coccus (uma espécie minúscula de 5 milímetros), que são secas ao sol e depois trituradas. Para arrematar a especiaria, há ainda um pó extraído da fumaça que dá aquele gostinho defumado. E aí, vai encarar um cachorro-quente na próxima festa? Agora você sabe por que quando alguém quer comer um cachorro-quente na rua ele diz "tá a fim de um podrão?".

    Zombieland 2: algumas informações

     Um dos melhores filmes de zumbis de todos os tempos talvez tenha sido a comédia Zombieland (Zumbilândia), que teve tal sucesso que, logo depois de ter sido lançado nos cinemas, já teve uma sequência anunciada. No entanto, nada se ouvia a respeito desde então.


     Agora o ator Jesse Eisenberg, que interpretou Columbus no primeiro longa metragem, disse que a primeira versão do roteiro de Zumbilândia 2 já foi escrito pela dupla Rhett Reese e Paul Wernick, apenas aguardando o OK da Sony Pictures.


     Ruben Fleischer, diretor do primeiro filme, também falou algumas coisas sobre o próximo episódio da série, entre elas, que já leu esse primeiro rascunho do script, e, apesar de ainda ter muito trabalho a ser feito até a versão final do roteiro, ele está muito animado, e acha que vai ficar muito bom.


     Embora esteja trabalhando no filme 30 Minutes or Less, e ter outros projetos em vista, o cineasta se mostrou propenso a por a comédia de zumbis no topo da lista de interesses. Agora é esperar para ver!

    quarta-feira, 8 de setembro de 2010

    Cosplayers fazem protesto na prefeitura de Los Angeles

     Quando o governo de Los Angeles proibiu a presença de pessoas fantasiadas na região do Hollywood Boulevard, eles provavelmente não sabiam no que iam se meter. Superman, Hulk, Darth Vader e a Power Ranger Alyssa Enrilé se reuniram na frente da prefeitura da cidade, munidos de cartazes, para uma manifestação. Outros convidados nobres, como Batman, Charlie Chaplin e Homem-Aranha, que também compareceriam, acabaram desistindo do protesto no último momento.


     O governo de Los Angeles afirma ter tomado a decisão porque turistas teriam reclamado que as pessoas fantasiadas estavam pedindo gorjetas por cada foto que tiravam. Além disso, já ocorreram casos em que ladrões fantasiados de super-heróis conseguiram escapar à ação da policia, que não pôde reconhece-los pelo rosto. De qualquer modo, parece que a proibição pode ser questão de tempo. Nesse vídeo do canal CNN, alguns cidadãos comuns reuniram-se em seus melhores cosplays na frente da prefeitura para reivindicar os direitos de desfilar livremente por Los Angeles, lugar onde costumam acontecer alguns eventos relacionados ao mundo nerd.

    O mistério do dinheiro desaparecido

     Este é um problema matemático bem simples, mas que deixa muita gente de cabelos em pé à primeira vista. Eu mesmo precisei botar o Tico e o Teco para trabalharem para conseguir decifrar o mistério. Melhor do que ficar falando, trago até vocês este que é um grande mistério da matemática:

    O mistério do dinheiro desaparecido


    Eu, você e um amigo fomos comer num restaurante e, no final, a conta deu R$30,00.

    Cada um de nós pagou com R$10,00.

    O garçom levou o dinheiro até o caixa e o gerente do restaurante disse o seguinte:

    - Esses três são clientes antigos do restaurante. Vou devolver R$5,00 para eles!

    E entregou ao garçom cinco moedas de R$1,00.

    O garçom, muito esperto, fez o seguinte: pegou R$2,00 para ele e deu R$1,00 para cada um de nós.

    No final ficou assim:

    Eu: R$10,00 (-R$1,00 que foi devolvido) = Eu gastei R$9,00.
    Você: R$10,00 (-R$1,00 que foi devolvido) = Você gastou R$9,00.
    Amigo: R$10,00 (-R$1,00 que foi devolvido) = Ele gastou R$9,00.

    Logo, se cada um de nós gastou R$ 9,00, somando, juntos gastamos R$ 27,00

    E se o garçom pegou R$2,00 para ele, temos:

    Nós: R$27,00
    Garçom: R$2,00
    Total: R$29,00

    Pergunta-se: Cadê o 1 Real?

    terça-feira, 7 de setembro de 2010

    Teste de atenção

     Um teste muito legal e nerd de atenção. Você consegue descobrir quem matou Lord Smithe? O vídeo está em inglês, mas isso não atrapalha em nada mesmo pra quem não entende nada da língua.

    segunda-feira, 6 de setembro de 2010

    Animais convocados para guerras humanas

     Desde o príncipio dos tempos, a humanidade tem sofrido com as guerras. Sempre haverão desavenças, sejam entre irmãos ou nações inteiras e, quando estas desavenças explodem, explodem também as guerras. Os seres humanos, como únicos animais cuja habilidade racional é comprovada, tem buscado sempre combater com o melhor que podem. E o melhor que podem costuma inserir alguns animais de habilidade racional não comprovada. Confira, agora, uma lista com alguns animais já usados por humanos para propósitos militares.

    1. Morcegos

      Os mamíferos voadores tornaram-se parte de um experimento bizarro durante a Segunda Guerra Mundial. Um cirurgião-dentista americano propôs anexar minúsculas bombas incendiárias a morcegos. Dessa forma, as criaturas incendiariam as cidades japonesas quando voassem para alojarem-se nos telhados de edifícios. Mas a ideia fracassou logo após ter recebido aprovação do presidente Roosevelt. Muitos morcegos não cooperativos simplesmente caíram no chão como pedras ou voaram para longe, apesar do exército americano ter testado 6.000 mamíferos em seus experimentos. Ainda assim, as bombas morcego conseguiram atear fogo a uma aldeia simulada japonesa, um hangar do exército americano e um carro. Atualmente, os cientistas estudam como a mecânica de vôo do morcego poderia inspirar futuros modelos de aeronaves e robôs-espiões.

    2. Camelos

     Camelos foram muito utilizados no deserto árido ou regiões do Norte da África e do Oriente Médio durante os tempos antigos, dada a sua capacidade de sobreviver em condições duras e muitas vezes sem água. O cheiro dos camelos teria causado medo a cavalaria do inimigo, mesmo que eles não fossem tão úteis em um choque de tropas. Alguns povos equipavam seus camelos com armaduras, artilharia, etc. Mas eles não se saiam tão bem fora de seus limites naturais, onde os cavalos se tornaram os preferidos para montaria em batalhas. O papel de combate dos camelos diminuiu rapidamente com o desenvolvimento de armas de fogo em 1700 e 1800, mas ainda foi útil em algumas situações, como para as forças árabes durante a Primeira Guerra Mundial.

    3. Abelhas

     Abelhas e seus ferrões podem ser armas poderosas quando provocadas. Antigos gregos e romanos as usavam para deter tropas inimigas. Sitiantes catapultavam colméias sobre as paredes, e os defensores gregos retornavam o favor com uma barragem de urticária. Na Turquia, chegaram a enganar soldados romanos os enviando um tributo de mel tóxico, que os levaram a morte por subseqüentes vômitos. Uma utilização mais direta de abelhas furiosas ocorreu durante os cercos em castelos na Idade Média, bem como durante a Primeira Guerra Mundial e a Guerra do Vietnã. Hoje em dia, os cientistas as usam através da capacitação dos insetos para detectar minas terrestres. 

    4. Leões Marinhos
     
     Leões marinhos têm uma visão excelente mesmo com pouca luz, ouvem bem debaixo d’água, podem nadar a 40 km/h e fazem mergulhos repetidos de até 300 m. A marinha americana os treina para localizarem e marcarem minas. Os animais também podem anexar uma “perna” especial em mergulhadores humanos ou sabotadores, o que permite que os marinheiros transportem suspeitos para a superfície. Um cinto de segurança especial atado aos leões marinhos carrega câmeras de vídeo que fornecem uma visão do fundo do mar ao vivo.

    5. Pombos
     
     Os pombos estiveram presentes entregando mensagens durante a maior parte da história humana, por causa de suas habilidades de navegação que permite que eles voltem para casa depois de viajar centenas de quilômetros. E ganharam muita fama militar durante a Primeira Guerra Mundial, quando as forças aliadas usaram cerca de 200.000 deles. Um pombo chamado Cher Ami ganhou um prêmio francês pela entrega de 12 mensagens (sendo que a última foi entregue mesmo após o bicho ter sofrido ferimentos graves de bala) além de ter sido creditado por salvar um batalhão americano perdido que havia sido rendido por forças alemãs. Outro grupo de 32 pombos ganhou uma medalha britânica pela valentia durante a invasão do Dia D da Segunda Guerra Mundial, quando os soldados aliados fizeram silêncio no rádio e invocaram os pombos para transmitir mensagens. Hoje, por causa dos avanços tecnológicos em comunicação, os pombos se aposentaram do serviço militar.

    6. Golfinhos
     
     Os golfinhos têm servido ao lado de leões-marinhos na patrulha do mar desde 1960. Seu sistema sonar sofisticado pode ser usado para pesquisa de minas com base no conceito de ecolocalização. Um golfinho envia uma série de “cliques” que são refletidos pelos objetos e retornam para o golfinho, permitindo que eles obtenham uma imagem mental do objeto. Dessa forma, eles comunicam ao seu respectivo manipulador humano usando o mecanismo de resposta “sim ou não”. O manipulador acompanha a resposta, e pode, se receber um “sim”, enviar o golfinho para marcar o local do objeto com uma bóia. Essa habilidade de marcar minas foi útil tanto durante a Guerra do Golfo Pérsico quanto na Guerra do Iraque. Golfinhos também podem marcar nadadores inimigos, mas a marinha americana nega rumores sobre treinar golfinhos para usar armas contra humanos. 

    7. Elefantes 
     
     Os maiores mamíferos terrestres deixaram sua marca na guerra como criaturas capazes de devastar formações de tropas inimigas. Os elefantes podem atropelar os soldados, perfurá-los e até mesmo lançá-los para longe com suas trombas. Antigos reinos na Índia podem ter sido os primeiros a domar elefantes, mas essa prática logo se espalhou para os persas no Oriente Médio, gregos, cartagineses e romanos. Cavalos temem a visão e o cheiro dos elefantes, e soldados também tiveram que lidar com o terror psicológico de enfrentar os enormes animais. Ainda assim, os elefantes podem ficar loucos de medo ou dor após serem punidos, e o advento de canhões no campo de batalha acabou com seu papel em combates. 

    8. Mulas

     Mulas têm desempenhado um papel crucial na guerra carregando alimentos, armas e outros suprimentos necessários pelos exércitos. Nascidas a partir do cruzamento de um burro com uma égua, eles se tornaram preferência para o transporte de cargas devido à sua maior resistência. Várias legiões e exércitos usaram mulas, e elas continuam a ser úteis até hoje, como nas forças especiais americanas, onde fuzileiros navais e soldados dependem dos animais para abastecer postos remotos nas montanhas do Afeganistão. 

    9. Cachorros

     Cães participam de guerras há anos. As raças grandes serviram como cães de guerra no campo de batalha e como sentinelas de defesa para diversos povos. Os romanos equiparam alguns dos seus cães com coleiras perfurantes e armaduras, e os conquistadores espanhóis também utilizaram cães de ataque armados durante a invasão da América do Sul em 1500. A guerra moderna reduziu o papel de campo de batalha dos cachorros para mensageiros, farejadores, batedores e sentinelas. Os militares americanos e outros, mais recentemente, treinaram seus cães como farejadores e detectores para trabalhar no Iraque e no Afeganistão.

    10. Cavalos
     
     Talvez nenhum outro animal tenha desempenhado um papel tão grande na história da guerra como o cavalo. Os seres humanos os domesticaram muito tempo atrás, e sua propagação logo deu origem ao seu uso na guerra em grande escala. Os antigos egípcios e chineses usavam cavalos puxando charretes como plataformas estáveis para lutar, antes da invenção de uma sela eficaz. A estabilidade proporcionada pela combinação de sela e estribo permitiu que os mongóis lutassem de forma eficaz e disparassem flechas de cima dos cavalos, dando-lhes a mobilidade para conquistar a maior parte do mundo conhecido. A aparição estrondosa de cavalos em campos de batalha muitas vezes assinalou o começo do fim para as civilizações que não tinham semelhante montaria. A maior utilização de cavalos de combate não vacilou até a era da guerra moderna, quando os tanques e metralhadoras entraram na briga.


     

    domingo, 5 de setembro de 2010

    A reação de Obama aos zumbis

     Você sabe o que o homem mais poderoso do mundo faria em caso de apocalipse zumbi?


     Então veja abaixo (ou clique em "Leia mais" caso não consiga visualizar)!

    sábado, 4 de setembro de 2010

    Garota retardada que jogou cãezinhos em rio é encontrada

     Essa semana rolou pela web um vídeo chocante que mostrava uma loira de capuz vermelho atirando filhotinhos de cachorro em um rio. Muita indignação e revolta foi gerada em torno desse vídeo, mas os usuários do fórum 4chan, que, recentemente, já tinham encontrado uma mulher que havia jogado um gatinho numa lixeira (o animal foi resgatado 15 horas depois do incidente) conseguiram pôr um fim neste caso.


     Depois de identificarem a garota, que mora em Bugojno, uma cidade da região central da Bósnia, levaram a informação a um grupo de proteção aos animais do país, grupo este que levou as pistas até a polícia local. No entanto, como a garota é menor de idade, quem vai receber punição serão seus pais, que serão interrogados e obrigados a pagar uma multa de até cinco mil euros. Cadeia para a meliante? Não por enquanto.


     Também pelo mesmo motivo (ser menor de idade), a identidade da menina não foi divulgada e poucas informações foram liberadas oficialmente.


     Se você ainda não assitiu o vídeo, ele está incorporado logo abaixo. No entanto, recomendo cautela ao clicar no botão de reproduzir: as cenas são muito fortes e realmente chocantes. Repetindo: o vídeo mostra a garota para a qual não encontro uma boa definição (pensei em chama-la de monstra, mas temo ofender a categoria) arremessando pequenos filhotes indefesos em um rio turbulento e perigoso até mesmo para humanos. Se você não se importa com este tipo de cenas, assista por sua conta e risco.



    Torço para que uma justiça de verdade seja feita e que as pessoas certas sejam punidas. Prepara-te, garota, pois o teu lugar já está preparadinho no inferno.